30 de set de 2009

Senhor…! Ensina-Nos A Orar...


Paulo César Palhano - Senhor…! Ensina-Nos A OrarPai Nosso...

Amar a mãe é natural. Somos gerados nela e as primeiras informações sensoriais que recebemos do mundo é a partir dela. Amar o pai é um milagre, pois ele é um estranho. Deus é estranho ao homem. Um relacionamento entre um e outro só é possível através de uma conquista mútua.

... que estás nos céus...

A oração deve provocar em nós um desejo pelas coisas eternas. Aqui reside o maior desafio de nossa caminhada como peregrinos sobre a face da terra: Viver na terra, com o coração no céu... Viver a matéria, tocando o espírito... Viver a temporalidade, com a perspectiva do eterno...

... o pão nosso de cada dia nos dá hoje...

Através do jejum, ricos e pobres são nivelados no limite da dependência de Deus. Essa é a grande magia desse milenar expediente de consagração. O rico precisa de muito para se saciar. Quando jejua, é como se dissesse: “Hoje, ou nesse período de jejum, vou me saciar apenas com o pão do céu. E só com ele!”. O pobre se sacia com pouco. Quando jejua, é como se dissesse: “Preciso de pouco para me satisfazer... Hoje vou precisar apenas do pão do céu... E só dele!”. Jejuar é abster-se daquilo que satisfaz para descobrir outras dimensões de satisfação.

“... e não nos deixe cair em tentação, mas livra-nos do mal (pois teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém.)”

Toda nossa caminhada resume-se numa única coisa: VENCER O MAL! O bom, o belo, o certo e o justo são as únicas grandezas que realmente importam em nossa existência.

A oração, a vida com Deus é certamente o único caminho para superar as barreiras da maldade que estão fora, mas muito mais dentro de nós. Só assim poderemos declarar que do Senhor é o Reino, o poder e a Glória para sempre, Amém!!!

Click para baixar!!