5 de nov de 2009

Doce Presença

Nós podemos, com muita reverência, dizer que João teve um contato direto com Deus.

E tudo isso se deu por meio de Jesus Cristo. Visto que Cristo era Deus encarnado, que se fez homem, João pôde vêlo, ouvi-lo, tocá-lo.

Veja o que foi dito na Primeira Carta de João, capítulo 1, versos 1 a 4: “O que era desde o princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com os nossos próprios olhos, o que contemplamos, e as nossas mãos apalparam, com respeito ao Verbo da vida (e a vida se manifestou, e nós a temos visto, e dela damos testemunho, e vo-la anunciamos, a vida eterna, a qual estava com o Pai e nos foi manifestada).

O que temos visto e ouvido anunciamos também a vós outros, para que vós, igualmente, mantenhais comunhão conosco. Ora, a nossa comunhão é com o Pai e com o seu Filho, Jesus Cristo. Estas coisas, pois, vos escrevemos para que a nossa alegria seja completa.”

Nesses quatro versos, encontramos esta verdade tremenda e também um desafio. A verdade está no fato de João ter visto, ouvido e tocado Deus, em Jesus. O desafio está em fazermos o mesmo.

Ainda que João tenha tocado em Jesus pessoalmente, podemos hoje “tocar” em Jesus na medida em que nos relacionamos com Ele e também com nossos irmãos em Cristo. Se João pôde ter essa experiência, também podemos tê-la.


Click para baixar!!